O ex-baterista do Slipknot Joey Jordison, um dos membros fundadores da banda, morreu aos 46 anos, segundo o anuncio dos família durante esta terça-feira (27 de julho).

“Estamos com o coração partido em compartilhar a notícia de que Joey Jordison, prolífico baterista, músico e artista faleceu pacificamente em seu sono em 26 de julho de 2021”, diz um comunicado da família de Jordison à Billboard. “A morte de Joey nos deixou com o coração vazio e sentimentos de tristeza indescritível. Para aqueles que conheceram Joey, entenderam seu raciocínio rápido, sua personalidade gentil, coração gigante e seu amor por todas as coisas familiares e musicais.

A família de Joey pediu que amigos, fãs e mídia respeitem nossa necessidade de privacidade e paz neste momento incrivelmente difícil”, acrescenta o comunicado. “A família fará um funeral privado e pede à mídia e ao público que respeitem seus desejos”

Jordison formou o Slipknot em sua terra natal, Iowa, em 1995, junto com o percussionista Shawn Crahan e o baixista Paul Gray. O Slipknot anunciou em dezembro de 2013 que Jordison e a banda estavam “se separando” depois de quase duas décadas juntos, embora o baterista tenha dito mais tarde em entrevistas que ele foi demitido:

“Nenhuma reunião da banda? Nenhuma. Qualquer coisa da gestão? Não, nada”, disse Jordison em uma entrevista de 2016 para a Metal Hammer.

“Tudo o que recebi foi um e-mail idiota dizendo que eu estava fora da banda, mas quebrei minha vida inteira para criar porra.”

Em 2016, Jordison revelou que sua saída da banda coincidiu com o adoecimento por uma doença chamada mielite transversa e afirmou que seus companheiros de banda confundiram seus problemas médicos com um problema de abuso de substâncias.

“Eu perdi minhas pernas”, disse ele no palco no Metal Hammer Golden Gods Awards de 2016.

“Eu não conseguia mais tocar. Era uma forma de esclerose múltipla, que não desejo nem ao meu pior inimigo. ”

Não está claro no depoimento da família se sua condição teve alguma coisa a ver com sua morte.

Antes da partida de Jordison, o Slipknot ganhou três primeiros na Billboard 200, incluindo um No. 1 em All Hope Is Gone (13 de setembro de 2008). Esse álbum também liderou as paradas de Top Rock Albums e Hard Rock Albums. Com Jordison, o Slipknot também conquistou quatro top 10 no Mainstream Rock Airplay, seguido por um número 2 com Snuff em março de 2010.

Jordison formou a banda Scar the Martyr em 2013, enquanto ainda tocava com o Slipknot e com o Sinsaenum antes de sua morte.

Sem sombra de dúvidas um perda lastimável para o metal mundial. Descanse em paz grande mestre. Que sua arte continue a ecoar pela eternidade, influenciando as futuras gerações!

 

Fonte: Bilboard.com

Nascido no interior do estado de São Paulo em 1994, vocalista da Sacramentia, jornalista, fanático por colecionismo e biografias.