Com toda certeza, o Rammstein é uma das poucas bandas de Rock e Heavy Metal no mundo capaz de arrastar multidões para estádios. O som único da banda de Till Lindemann ainda cativa os antigos fãs, e o experimentalismo sem receios abre margem para àqueles, que mesmo não inseridos no universo das sonoridades mais pesadas, passem a apreciar a obra dos alemães.

Desde os primórdios do grupo, a música e os elementos audiovisuais sempre andaram em perfeita sintonia, proporcionando além de icônicos hits, emblemáticos videoclipes, vide Du HastRosenrotAmerikaDeutschland, entre muitos outros.

E com a chegada do álbum Zeit em abril deste ano, essa característica da banda prevaleceu. E após o incrível videoclipe dedicado à faixa título do disco, o Rammstein surpreende novamente ao lançar na última sexta-feira (25/11) a superprodução Adieu.

Para aqueles que amam criar teorias, um dos temas mais predominantes no oitavo discos dos alemães, é o efeito da passagem do tempo. Ao analisar grande parte das letras do álbum, é possível notar um tom de despedida pairando sobre a poesia de Lindemann, o que levou o público a acreditar que Zeit seria o último disco a ser lançado pelo grupo.

E sinceramente meus amigos, a escolha por divulgar a última faixa do disco que divaga justamente sobre o fim de todas as coisas, pode dar força a essa teoria. Como título de curiosidade, e também por achar a letra belíssima, a tradução de Adieu segue logo abaixo para que você leitor, possa desfrutar por completo de mais uma superprodução dos alemães do Rammstein.

Se esta é de fato uma carta de despedida, somente Zeit (tempo em alemão) irá dizer. Por enquanto esperemos que essa faixa só sirva para ilustrar a eliminação da seleção alemã da Copa do Mundo.

Você pode adquirir grandes clássicos de bandas conterrâneas ao Rammstein, como o SodomKreator, e mais de 1500 títulos disponíveis, clicando aqui!

Adeus (Rammstein)

Apenas a morte dura eternamente
Ela sussurra sob os galhos do pinheiro
Ela precisa arrastar tudo para sua escuridão
Até mesmo o Sol irá queimar

Mas não se preocupe, estamos com você
Por uma última vez, então, iremos cantar

Adeus, adeus, até outra hora
Você precisa seguir o último caminho sozinho
Uma última canção, um último beijo
Nenhum milagre acontecerá
Adeus, adeus, até outra hora
O tempo contigo foi lindo

Você, silenciosamente, se levanta da vida
A alma segue numa jornada silenciosa
A carne perece, o espírito ascenderá
O ser irá se render à morte
Sim

No fim, todos estão sozinhos
Mas nós estaremos com você

Adeus, adeus, até outra hora
Você precisa seguir o último caminho sozinho
Uma última canção, um último beijo
Nenhum milagre acontecerá
Adeus, adeus, até outra hora
O tempo contigo foi lindo

Todo mundo morre sozinho
(Totalmente sozinho)
Mas você sempre estará conosco

Adeus, adeus, até outra hora
Você precisa seguir o último caminho sozinho
Uma última canção, um último beijo
Nenhum milagre acontecerá
Adeus, adeus, até outra hora
O tempo contigo foi lindo

Nascido no interior de São Paulo, jornalista e antigo vocalista da Sacramentia. Autor do livro O Teatro Mágico - O Tudo É Uma Coisa Só. Fanático por biografias e colecionismo.