Advindo da Terra da Garoa, o misterioso Valak neste ano de 2021 deu vida a um dos trabalhos mais belos do Black Metal nacional, When The Winters Ends do Infinity of Thoughts.

Inspirado por grandes titãs do gênero como Summoning, Nargaroth, Thy Light, entre outros, esse projeto de um homem só traz um som atmosférico e ambiental, mesclando em um único pacote, beleza, caos e melodia. Já o nome do projeto veio de um verdadeiro clássico do Emperor, Into The Infinity of Thoughts, faixa de abertura do álbum de estreia dos noruegueses, In the Nightside Eclipse lançado em 1994.

Fotografia por Valak | Montagem por Renan Bezan

E provando que nem só de aparência e nomes pomposos vive o Black Metal, o Infinity Of Thoughts lançou no dia 27 de novembro em todas as plataformas o tão importante debut.

Produzido de cabo a rabo única e exclusivamente por Valak, When Winters Ends traz seis faixas carregadas de passagens lentas e belos teclados, um verdadeiro contraste sonoro que faz com que o ouvinte embarque em uma viagem contemplativa em letras que divagam sobre o vazio e a negação existencial.

Este sem sombra de dúvidas é um daqueles trabalhos em que a ouvinte precisa se abster de toda e qualquer distração, colocar um bom fone de ouvidos e, de preferência, ouvir este petardo em um dia de chuva ou de muito frio, no mais total e silencioso escuro. É uma obra inovadora, sensorial e imersiva, que com certeza te fará experimentar diferentes sensações em cada audição.

Enjoy!

Ouça na íntegra:

 

 

 

Nascido no interior de São Paulo, jornalista e vocalista da Sacramentia. Autor do livro O Teatro Mágico - O Tudo É Uma Coisa Só. Fanático por biografias e colecionismo.