O Semblant, grupo que até então colhe bons frutos resultantes de trabalhos excelentes lançados, sendo o mais recente o álbum Vermilion Eclipse, anunciou ontem pelas redes sociais da banda que a vocalista Mizuho Lin não ocupará mais o cargo de vocalista.

“A Semblant vem a público informar que lamenta profundamente o ocorrido referente a um vídeo postado em mídia social, proferido por um de nossos membros. A opinião dessa pessoa e o que foi declarado não representa a opinião da banda e, por isso, todos nós pedimos desculpas.

A Semblant é formada por pessoas de diferentes pensamentos e estilos e, além disso, conta com uma equipe que trabalha com tanto afinco quanto seus músicos, movimentando e fomentando o cenário cultural.

Ressaltamos que esses pensamentos não refletem, de maneira alguma, a conduta ou pensamento da Semblant. A banda, nesses quase vinte anos de trabalho sério e dedicado, sempre teve a música como foco principal. A música, a arte e o metal são totalmente atrelados à democracia e à liberdade, e são esses os princípios nos quais a banda acredita, em suas diferentes formações.

A Semblant repudia também toda forma de preconceito, opressão ou ações contra a democracia.

Informamos ainda que, visando respeitar o trabalho de todos os demais envolvidos na turnê, a Semblant anuncia que substituirá a participação deste membro para as próximas apresentações já agendadas, em respeito ao público e ao evento.”

O motivo, se deve a um vídeo onde a cantora parece alegar apoio às manifestações antidemocráticas promovidas pelos apoiadores do atual presidente Jair Bolsonaro, e os estapafúrdios pedidos de intervenção militar. Abaixo deixaremos o vídeo em questão que circula nas redes sociais, não como forma de exposição ou constrangimento, mas para contextualizar o leitor, para que este interprete a fala e assim, tire suas próprias conclusões.

Vale ressaltar, que os integrantes já buscam por uma substituta. O Semblant abriria a apresentação que o Epica realizará em São Paulo no próximo dia 19 de novembro na Audio. Entretanto, a organização do evento ainda não se manifestou a respeito do ocorrido.

Um triste capítulo para o nosso underground brasileiro…

Nascido no interior de São Paulo, jornalista e antigo vocalista da Sacramentia. Autor do livro O Teatro Mágico - O Tudo É Uma Coisa Só. Fanático por biografias e colecionismo.