De volta ao Topfive, trago hoje 5 bandas com estilos bem diferentes, e com certeza singulares. Bandas com pegadas únicas, que são com certeza referencias em seus gêneros no cenário musical atual.

Listen Up:

01) Vivendo do Ócio – Indie Rock/Post Punk – Salvador/BA

O quarteto formado em 2006 por Jajá Cardoso (Vocal/Guitar), Lucas Bori (Bass), Davide Bori (Guitar) e Dieguito Reis (Drums), vem lançando ótimos álbuns e singles, mesclando a leveza do indie com a pegada nervosa do punk. A banda já ganhou vários prêmios, resultado do excelente trabalho que faz.

 

02) Far From Alaska – Stoner Rock – Natal/RN

Formada por Emmily Barreto, Cris Botarelli e Rafael Brasil, F.F.A. é com certeza uma das maiores referencias do Stoner Rock nacional, a banda passou por mudanças na formação e hoje segue como um trio. Com dois álbuns de estúdio lançados, ModeHuman e Unlikely, a banda conta com ótimas musicas em seu repertório, tais como; Dino vs Dino, About Knives e Cobra, entre muitas outras. 

 

03) Canto Cego – Rock Alternativo – Rio de Janeiro/RJ

Com uma sonoridade bem particular e única, a banda consegue executar muito bem sua proposta; Musica e Poesia. Musicas como; Nuvem Negra, Passarada e Fabula de uma Granada,  deixam isso bem claro. Quando ouço a banda, a sensação que sinto é de que precisamos de mais bandas como a  Canto Cego.

 

04) Terra Celta – Folk Rock – Londrina/PR

A banda fundada em 2005, tem com certeza um dos estilos mais peculiares desse topfive, e não podia ser diferente , já que a banda mistura musica celta com musica brasileira, e com certeza faz isso muito bem feito, com letras que vão de fortes reflexões, até letras para beber e se divertir.

 

05) Instinto – Rock and Roll – ABC Paulista/SP

Depois de anos de hiato, a banda volta a ativa, agora como um quarteto, com seu novo álbum; Linhas Tortas. Com letras reflexivas , como por exemplo das musicas Linhas Tortas e Sonho, a banda mostra que seu som continua tão bom ou melhor que antes. O ultimo trabalho da banda antes do hiato, foi o álbum Gravidade de 2015, além de outros trabalhos mais antigos.

 

Músico, tatuador e desenhista. Tenho a arte , tanto artes sonoras como as artes visuais, como uma bússola em minha vida, me guiando por caminhos antes desconhecidos. Também um bom amante de games e livros. Gremista, assim na terra como no espaço. Carrego comigo fortes influências anarquistas como filosofia de vida, sendo a maior delas; Você é livre para fazer qualquer coisa desde que não faça mal a outras vidas. E meu lema para aquilo que faço, é uma famosa frase de Bukowski ; Se vai tentar , vá até o fim, caso contrário, nem comece.