Gravado em uma garagem, em Itabirito, no interior de Minas Gerais, o terceiro clipe da banda utilizou como protagonistas quatro crianças no lugar dos músicos. O vídeo ainda contou com a participação dos músicos Fabrício Dibrito (Megaphone), Gabriel Gallo (Barba, Cabelo e Bigode), Geovani Souza (Sakasamba), Glaydson Esteves (Dois na Estrada), Gustavo Sabino (Senhorita Dolores), Kell Marques, Márcio Lima (Cachaça com Arnica), Maurício Silva, Pirulito da Vila, Thiago Carrijo (Senhorita Dolores) e Vander Luiz (Dois na Estrada). A produção, com assinatura do Portal Antenados e da Holofote Cultural, mostra nos bastidores os músicos André Marcuci (vocal e guitarra), Kristofy Ronie (bateria), Matheus Marcuci (baixo) e Luiz Fernando Sabino (guitarra).

Glaydson comenta que foi muito importante para o Miguel, seu filho, que fez o papel do vocalista. “Ele ficou muito entusiasmo com a música e não pára de falar que quer entrar numa aula de guitarra”, comenta. Já Wanessa Corradi explica que para o seu filho Henrique foi importante em dois aspectos, primeiro porque o rock é um estilo musical que ele mais se identifica e, em outro sentido, que despertou o interesse dele pela música. “Pra mim isso foi importantíssimo, porque a criança ter desde cedo contato com cultura é essencial para a sua formação. Nós estamos muito curtindo a ideia de ter a imagem do Henrique associada a uma banda de rock”, completa. Participaram ainda Pedro Brito no baixo e Daniel Caetano na guitarra. 

Luiz Fernando, guitarrista da Marfim, disse que a turnê de divulgação do clipe está sendo extremamente gratificante. “O clima suave vem com as crianças que nos brindaram com sua alegria e a parceria dos amigos da cena musical foi fascinante. Creio que Itabirito abraçará o clipe, seja pela música, pelas crianças, pela cena musical, ou pelo conjunto de tudo isso”, comenta o músico. 

 Curta a página da Marfim no Facebook.


Assista ao vídeo clipe “Like a Bomb”

Envie notícias e material da sua banda para [email protected]


Gremista, catarinense, gamer, cervejeiro e admirador incessante do Rock/Metal. Tem como filosofia de vida, que o menos é mais. Visando sempre a qualidade invés da quantidade. Criou o site 'O SubSolo" em 2015 sem meras pretensões se tornando um grande incentivador da cena. Prestes a surtar com a crise da meia idade, tem a atelofobia como seu maior inimigo e faz com que escrever e respirar o Rock/Metal seja sua válvula de escape.